12 fevereiro 2007

Te encontrei

TE ENCONTREI...

Quem talvez procura, não encontra
O acaso inusitado é surpreendente
Não te procurava e te encontrei
Fiquei assim então contente
Em cada dia fico te descobrindo
Vou te encontrando a todo instante
No pensamento, nas lembranças,
Até no sonho sinto o gosto do beijo,
O conforto do teu abraço é um refúgio,
Adoro me perder em você, no seu amor,
Então passa o tempo e nem notamos
Cai a noite, nasce o dia,
Perfeita companhia,
Eu acho que fui feito pra você,
E tenho certeza que foi feita pra mim.
Não desperte tão cedo,
Fique em baixo da coberta,
Enlacemo-nos novamente dos pés a cabeça,
Sempre é como se fosse nossa vez primeira.
Um instante longe é saudade intensa,
Parece que ficamos distantes uma estação.
E quando não há primavera é tão ruim,
Mas mesmo assim eu mando flores.
Causa e conseqüência da felicidade,
Pedaço e paraíso todo.
Quem nos vê logo percebe,
O sentimento é evidentemente belo.
É tão simples o nosso sentir: amor!
Fácil tradução, completa simetria.
Para ser mais direto: TE AMO!
Cada momento ao seu lado é único,
Consideravelmente inesquecível,
Meu fluxo intenso imenso de amor.
Inesgotavelmente te quero, te gosto,
E mesmo distante te vejo nos sonhos,
Beijo-te até nos meus pensamentos,
É a loucura mais perfeita e necessária,
Que nossa relação seja mistura homogênea,
Que nada nos separe ou nos afaste,
Todas as palavras são insuficientes,
A emoção em questão é bem e tão maior...

Um comentário:

Marla disse...

sem noção de lindo...
comentários são desnecessários!
mas deixa eu comentar...adoreeei!

EU E OUTRO EU, EU MESMO... NOS AMAMOS...

"Amar e mudar as coisas me interessa mais" (BELCHIOR).